Após repressão com bombas em protesto, associação de jornalistas repudia PM